fbpx
Pesquisar

Taxa de conversão: o que é, como calcular e melhorar?

Toda empresa precisa de metas bem definidas para evitar cair em uma estagnação e, assim, alavancar o negócio. Para a estratégia ser eficiente, é preciso que haja indicadores que auxiliem os gestores a entenderem qual o cenário da marca. É nesse momento que a taxa de conversão é bem-vinda.

Essa é uma métrica essencial para as organizações que se fazem presente no mundo digital. De maneira geral, ela mostra a porcentagem de clientes que estão evoluindo ao longo do funil de vendas.

Quer entender melhor sobre esse conceito, aprender a calcular a taxa de conversão e descobrir dicas para aumentar o engajamento? Continue a leitura do texto e confira!

Pessoa de blusa amarela fazendo calculos na calculadora segurando papéis na outra mão e na frente a escrita

O que é taxa de conversão?

A taxa de conversão é uma métrica bastante comum no mundo digital, ela indica o número de pessoas que passaram pelas etapas do funil de vendas (topo, meio e fundo). Sendo assim, é usada para calcular quantos visitantes, ou seja, leads, se tornaram clientes.

Você também pode se interessar: Como transformar seguidores em clientes? Veja nossas dicas

O principal objetivo desse parâmetro é analisar como está o retorno de investimento de uma empresa em relação ao número de vendas. No entanto, também pode ser usado para medir a eficiência das estratégias do marketing digital.

De maneira geral, é bastante versátil e pode ser utilizado por diversas empresas independentemente do ramo.

Por que é importante acompanhar a taxa de conversão?

É muito importante entender e acompanhar a taxa de conversão porque é ela que vai indicar a maturidade e eficiência de um site ou canal de vendas.

Saiba mais: WhatsApp Business: entenda o que é e para que serve

Esse indicador é um dos principais parâmetros para saber como está o faturamento da empresa. Isso acontece porque ela mostra as estratégias que estão funcionando e conseguindo garantir um número maior de clientes.

Além disso, é possível identificar aquelas que não deram certo e, dessa forma, trazer novas percepções.

Como calcular a taxa de conversão?

Para calcular essa taxa, basta dividir o número de conversões. Ou seja, usuários que realizaram alguma ação (clicaram em um botão, compraram, etc) pelo número de visitas ou contatos totais.

Dessa forma, a fórmula da conta fica assim:

(Conversões no período / total de contatos) * 100 = taxa de conversão (%)

Quer um exemplo prático? Pois bem, imagine que um site recebeu 5.000 visitas durante o mês e, dessas, 1.500 compraram, sendo assim:

  • (1.500 / 5.000) = 0,3 * 100 = 30%

Portanto, a taxa de conversão dessa empresa é de 30%.

Fácil, não é? Para que a conta dê certo, você não deve esquecer que os dados analisados precisam ser retirados de um mesmo período.

Qual é uma boa taxa de conversão?

Uma boa taxa de conversão vai depender das metas determinadas por cada empresa. Dessa forma, elas são variáveis e cada organização precisará entender quais as estratégias definidas para estabelecer o que será um bom resultado.

Para aqueles que estão totalmente perdidos, uma solução é conhecer os concorrentes e traçar objetivos conforme o nicho de atuação. No entanto, é importante ressaltar que essa métrica precisa estar em constante atualização para dar garantir percepções valiosas e relevantes.

Além disso, compare os resultados com todas as etapas do funil de vendas. A taxa de conversão de visitantes para potenciais clientes pode estar em 60%, mas a de leads para consumidores em 3%.

Veja também: Customer Experience: o que é, qual a importância e mais

Com isso, é possível perceber que as estratégias para o primeiro estágio foram eficientes, já as do segundo e terceiro nem tanto. Portanto, é indicado mudar o planejamento focando nessa parte que precisa de melhorias.

Pessoa empilhando moedas em pilhas de ordem crescente formando a ideia de um gráfico

Como melhorar a taxa de conversão?

Depois de analisar os resultados provenientes da taxa de conversão, é possível traçar estratégias para trazer mais visitantes, aprimorar a qualificação e melhorar o plano de vendas.

Uma das formas de melhorar a taxa de conversão de uma venda é utilizar gatilhos mentais. Aprenda 11 gatilhos mentais com o vídeo abaixo:

A Maxbot separou algumas dicas de como aumentar os números. Confira abaixo.

Inclua testes A/B na estratégia

Os testes são muito importantes na hora de colocar em prática as estratégias traçadas. Por isso, para avaliar a eficiência da taxa de conversão é possível aplicar a verificação A/B.

Essa tática consiste em comparar desempenhos de duas ações diferentes para um mesmo resultado. Dessa forma, é possível garantir que foi executado a melhor opção para se atingir a métrica mais alta.

Siga as etapas funil de vendas

Um dos erros mais recorrentes no processo de vendas acontece logo no primeiro contato entre os interessados nos produtos ou serviços e a marca. Geralmente, as empresas querem apressar o processo da compra e forçar o consumidor a algo que ele ainda não está preparado.

Confira também: Jornada do Cliente: Entenda o que é com exemplos

Por isso, é importante entender o funil de vendas e garantir que a pessoa esteja pronta para adquirir aquilo que a organização está oferecendo para ela. As etapas são as seguintes:

  • topo: a pessoa está tirando uma dúvida ou procurando saber de alguma informação.
  • meio: o potencial cliente está procurando orçamentos ou soluções que possam resolver algum problema que ele tenha.
  • fundo: a pessoa já está interessada em fazer a compra e procura por empresas específicas para isso.

Para garantir que o cliente efetue a compra de um produto ou serviço, é necessário que ele passe por essas etapas. Entendeu por que não se pode apressar a venda? Uma forma de garantir que isso aconteça é apostar em produções de conteúdo para a marca. As redes sociais e blogs são ótimos canais para essa estratégia.

Seja objetivo na linguagem

É bastante difícil convencer alguém a comprar alguma coisa se essa pessoa não está entendendo o que está sendo vendido. Por isso, é importante que as empresas tenham uma linguagem simples e objetiva.

É preciso evitar utilizar termos muito técnicos e específicos de um nicho. Ao invés disso, é muito mais benéfico usar expressões casuais. Claro que não precisa ser informal, o segredo é aliar coloquialidade com naturalidade para fisgar o cliente.

Capriche no atendimento

Não adianta usar estratégias mirabolantes para chamar atenção de possíveis clientes se o atendimento está sendo negligenciado. É essencial que quando a pessoa chegue nessa etapa da jornada de vendas, ela seja bem recepcionada e acolhida.

Também é importante ter processos otimizados e ágeis. Para isso, uma boa opção são os chatbots, já que esses sistemas conseguem adiantar o suporte e tornar a recepção dos consumidores mais dinâmica.

Ainda pensando no atendimento ao cliente, não negligenciar o pós-vendas, conhecido também como follow up. Afinal, você sabe que o negócio não acaba depois da compra, certo?

Pois é! É importante contatar os consumidores e garantir que eles não se sintam abandonados. Procure entender se houve algum problema com o produto, se ele foi feliz com a compra ou se tem alguma reclamação.

Foque em incentivos para ação

Se tudo isso não estiver funcionando, a próxima dica é focar em incentivos para a ação. A ideia é deixar em destaque e, até mesmo, incluir mais chamadas para conversão.

Podem ser banners de ofertas de cores vibrantes, links com textos apelativos ou botões bem evidenciados.

Não deixe de conferir: Automação de WhatsApp: O que e como fazer para ganhar tempo

Uma tática bastante efetiva para essas situações é utilizar o gatilho mental da escassez. Crie vantagens por tempo limitado, inclua saldos para os 10 primeiros que clicarem em um link, enfim, são diversas opções.

No entanto, é importante não mentir para o cliente ou exagerar nessas ações. O bom senso é sempre bem-vindo.

O que aprender com a taxa de conversão?

É com a taxa de conversão que é possível de entender quais os pontos positivos e aqueles que precisam de melhoria em determinada ação. Depois de analisar essa métrica, é possível traçar novos planejamentos para alavancar as vendas e elevar a empresa para outro patamar.

Dessa forma, esse indicativo é importante e deve fazer parte do dia a dia das organizações. Além disso, é essencial que todos os colaboradores estejam cientes dos dados registrados, bem como das estratégias para melhorá-los.

Viu só como a analisar a taxa de conversão é uma estratégia básica para todas as marcas, independentemente do nicho? Acompanhando esse indicador é possível impulsionar os resultados da empresa.

Essa métrica está atrelada ao marketing de relacionamento. Conheça mais sobre como aproximar a empresa e o cliente e criei planejamentos 360 para a sua marca!

Avalie esse post
Picture of Romulo Balga

Romulo Balga

Romulo Balga, CEO da Maxbot, atua há mais de 15 anos com atendimento ao cliente. Especialista em marketing e vendas e mentor de startups, ele começou sua carreira empreendedora desenvolvendo projetos para lojas virtuais. Durante esse período, Romulo percebeu a dificuldade das empresas em oferecer um atendimento de qualidade aos seus clientes.

Todos os posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

Botão WhatsApp