fbpx

Como cobrar clientes: confira 9 dicas simples

A prática da cobrança de clientes é muito comum no dia a dia das empresas, além de ser muito necessária para que o faturamento se mantenha dentro do nível esperado.

Utilizar as mensagens de cobrança pode ser uma boa alternativa para lembrar os clientes de efetuar o pagamento antes do vencimento ou até mesmo para cobrar uma parcela vencida. Seja como for a forma de venda, algumas empresas utilizam até chatbots para melhorar o atendimento do público e otimizar os resultados.

Leia o post e aprenda a fazer cobranças com 9 dicas práticas e descubra a importância de cobrar clientes para o seu negócio. Boa leitura!

Dicas práticas de como cobrar clientes

Seja por ligação, e-mail ou um contato via WhatsApp Business, é necessário cobrar um cliente que esqueceu ou que não paga o serviço há algum tempo. Muitas vezes, pode ser difícil pensar em uma maneira educada e gentil de fazer essa cobrança, mas saiba que é possível. Confira algumas dicas a seguir:

1. Conheça o perfil de quem deve para você

Seja qual for o seu modelo de negócio, é muito importante que você entenda os momentos específicos para realizar uma cobrança. Isso vai ser essencial para definir a efetividade do seu contato com o devedor. Nos casos de inadimplência, podemos identificar alguns perfis:

  • Perfil mau pagador: são pessoas com muitas dívidas e que não se importam em não pagá-las. Geralmente, é muito mais trabalhoso receber o valor desse perfil;
  • Perfil negligente: esse perfil não consegue se organizar com seus gastos, gerando cada vez mais dívidas sem conseguir pagá-las. Aqui, os débitos são pagos aos poucos;
  • Perfil crônico: a administração das finanças do perfil crônico possui inconsistências. Mesmo realizando os pagamentos em alguns casos, esse perfil costuma perder os prazos;
  • Perfil ocasional: o perfil ocasional costuma ser mais regrado, pagando suas contas em dia e só atrasando caso ocorra alguma situação que esteja fora do que foi acordado. Nesses casos, sua reação é de angústia e faz o pagamento assim que possível.

2. Observe qual o melhor momento para fazer a cobrança

A depender do caso, é importante avaliar qual o valor da dívida para entender o cenário do devedor e das prioridades que ele possui. Também vale se atentar ao tempo referente à quitação da dívida. Quanto antes uma dívida for cobrada, maiores serão as chances do pagamento ser quitado.

Pesquise quais as dívidas que o cliente possui para definir melhor o momento certo de realizar uma cobrança. Verifique também o histórico de conversas entre o cliente e a sua empresa para entender como deve ser prosseguido com relação à abordagem.

3. Use a tecnologia para te auxiliar durante o processo

Com o uso da tecnologia, é possível organizar e analisar dados e métricas de forma mais completa e efetiva. Ela também permite estudar diversas abordagens e formas de pagamento para auxiliar no processo de cobrança.

4. Conheça e siga os limites que o Código de Defesa do Consumidor definiu

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) permite que as empresas cobrem seus clientes e façam avisos sobre o vencimento de faturas que estão próximas da data limite.

5. Faça lembretes antes de a conta vencer

Os lembretes podem ser opções ótimas para que os pagamentos sejam realizados no momento correto. Eles podem ser enviados por mensagem de texto, e-mail ou telefone. Insira nos lembretes a data de vencimento, os valores e as formas de pagamento.

Confira também: Tudo o que você precisa saber sobre o WhatsApp Pay

6. Entre em contato apenas no horário comercial

Para evitar possíveis inconveniências, envie as cobranças apenas durante o horário comercial. Prefira os meios de comunicação tradicionais aos meios via WhatsApp para manter o contato com caráter profissional. Utilizando os meios mais comuns, é possível ter mais certeza de que você não pressionará o devedor para ele fazer o pagamento.

7. Foque no canal de comunicação que seja mais eficiente

Ainda falando sobre canal de comunicação, aqui, é importante se atentar ao canal de contato e de troca de informações. Isso pode variar de acordo com cada cliente e também com o tipo de cobrança que é necessária.

Nos casos de uma conversa mais tranquila e humanizada, uma ligação por telefone pode ser suficiente. Em casos mais complexos, com muitas informações e dados para serem passados, o envio de um e-mail pode ser muito mais efetivo.

8. Dê mais de uma possibilidade de pagamento

Abra um leque de opções para que o cliente possa dar o retorno da forma que preferir. No caso de pagamentos, por exemplo, ofereça opções como pagamento por boleto, PagSeguro, PayPal, cartão de crédito ou débito. Outra alternativa é oferecer descontos para os pagamentos, permitindo valores mais atrativos àqueles que forem realizados à vista.

9. Tente abordar a solução, não o problema

Procure abordar o cliente que está em débito sem fazer nenhum tipo de julgamento. O importante nesse momento é, mais do que reforçar a dívida, apresentar uma possibilidade de solução.

Ao apresentar alternativas de resolver o problema, você pode transformar o olhar do devedor. Assim, ao invés de transmitir uma visão negativa, ele pode ser tranquilizado para focar na resolução do problema.

A importância de cobrar um cliente da forma correta

Saber como cobrar os clientes de maneira adequada é essencial para proporcionar uma boa experiência ao cliente. Por se tratar de uma situação que costuma ser difícil e nada agradável, é importante tratá-la com muita empatia.

Além disso, levar essas questões com leveza e tranquilidade pode conquistar o cliente, fazendo com que outros sejam atraídos. Mais do que isso, pode fazer com que se entenda de forma mais completa as motivações de o cliente estar em débito. Também vale analisar, a partir dos sinais demonstrados, se é necessário deixar de fazer negócio com esse cliente.

Aproveitando o tema e relacionando-o com a boa experiência do usuário mesmo em assuntos complexos, vale a pena dedicarmos os esforços também a entender como melhorar o atendimento ao cliente. Dessa maneira, ele se sente confortável em se relacionar com a empresa para fazer novas compras no futuro.